Lisbela e o Prisioneiro

Um Amor Proibido em Lisbela e o Prisioneiro

Lisbela e o PrisioneiroDe cinema brasileiro, Lisbela e o Prisioneiro é um filme de comedia romântica. Adaptação do livro da literatura brasileira  que apresenta como o mesmo do filme,  ambientada no nordeste, com seu sotaque,  costumes e musicas pernambucana se destaca muito, trazendo momentos poéticos, aventuras, e muitas homenagens ao cinema e romance.

O filme se destaca bem, por sua desenvoltura com o nordeste, se mostra em uma rica cultura brasileira, trazida com muito humor, e seus momentos românticos, usando a poesia para descrever seus momentos de romance. Divertida historia, com momentos icônicos para os telões nacionais.

Nas terras pernambucanas, Leléu (Selton Mello) que é um viajante muito aventureiro, é um malandro, que por onde passa conquista os corações das mulheres, viaja pelas cidades, trabalhando com seu caminhão de varias profissões, lucrando dinheiro de forma fácil usando a mentira.

A Lisbela (Débora Falabella) uma jovem amante dos filmes americanos de romance, que por ela viveria uma cena romântica que sempre via no cinema com seu noivo Douglas (Bruno Garcia), que é um rapaz muito arrogante, e gosta de se aproveitar da situação e fingir ter um sotaque carioca, já que morou no estado do Rio de Janeiro por algum tempo.

Leléu entra em muitos acontecimentos, depois que tem envolvimento com Inaura (Virginia Cavendish) mulher que é casada com Frederico    Evandro (Marco Nanini) um matador, que descobre o envolvimento de Leléu com sua mulher, e resolve caça-lo. Com isso tudo Leléu viajou para próxima cidade para fazer seus próximos trabalhos.

A história vai contando sobre o trambiqueiro desenvolto e vários de seus nomes e personalidades que adota em cada cidade que visita. Estando sempre cheio  de planos para se dar bem e depois sair de fininho.

Por destino, Leléu tem seu primeiro contato com Lisbela, em seu show, criando laços e um grande começo de romance. Além disso, é importante ressaltar que Leléu o típico conquistador, percebe que a moça com roupa de flores, tem algo que nenhuma outra antes tinha.

A produção conta com uma magnífica trilha sonora. Tendo como fundo de cenas com fotografia incrível, músicas como Você Não Me Ensinou A Te Esquecer de Caetano Veloso, Espumas Ao Vento de Elza Soares e Lisbela dos Los Hermanos. O que é parte responsável do filme ser um referencial do cinema brasileiro.

Boa parte das cenas é situada na pequena cadeia da cidade chamada Vitória de Santo Antão. E a partir de lá são direcionadas cenas para conhecimento de vários personagens. Alguns com nomes caracteristicamente engraçados. Como por exemplo, o nome de um preso: Testa-Seca e até mesmo do soldado Jaborandi, que inclusive, é um medroso.

Esta produção é distribuída pela Fox Film do Brasil e a Globo Filmes.

Trailer: